terça-feira, 15 de agosto de 2006

estrela brilha lar
entre asteróides
a flora adormecia
em o jardinar
,porém,
florescia
& colibris coloria íris
aliás


                            , proseando quimeras aqui!

12 comentários:

Clarice disse...

a natureza é sábia.
e o poeminha lindo.
beijo meu

Rayanne disse...

aliás, colibri lilás.
porque as estrelas tecem contornos
para a belza do dia que virá.

Por isso estrelas,

diovvani disse...

Muito boa a ventania de palavras por aqui. Novos ares!

Janaína disse...

pedrinho,
ouvi estrela, estrela do ramil e lembrei desse menino das divinéias palavras.

agora sei o motivo.

Múcio Góes disse...

ah se fosse lar, o lugar de toda estrela brilhar...

Senhor P.
[]´s

eduardo disse...

Dimples e poético. Como sempre, se revela um grande poeta.

Cristiano Contreiras disse...

estrelas frenéticas que pulsam!

ALF O Extasiado disse...

que brilho e magia.

Belas palavras e belo poema (como sempre)

abraço fera.

;)

Claudio Eugenio Luz disse...

Transporta esse pobre leitor para outras jardins, meu caro.

hábraços

朝川栄一 [Asakawa Eiichi] disse...

... pegue-se cada fragmento colorido destes e tem-se um belo vitral para ver. Adorei "colibri, colorir iris" sonoro... abçs,

ariane disse...

tudo quanto me faz sonhar...
estrelas
asteróides
flores
jardins
colibris,
aliás, em sua íris vi sua poesia lilás(minha cor preferida) !
bjs coloridos :)

c.k. disse...

passarei mais vezes por aqui...
abs,
c.k.