quinta-feira, 17 de agosto de 2006

cantiga de rock
tem dias que eu me
intensifico mais
em liras e partituras.
em objetos que decoram
jardinar.
em alguns olhares rasgados
de lágrimas e sentidos embolorados
em cor e ação.
sentir o ar de
a noite velar teu sonâmbulo
perambular em minhas retinas.
haja canto, haja.
se não a ver que encantos
houver, ouvir, ou ver, ou vir, ou ir
ir ir ir ,até fui. até foi
preciso umas palavras
para a cantiga
que vele teu caminhar
e não pereça a minha
presença em ele.


                                 , proseando quimeras

11 comentários:

diovvani disse...

(,,,ciscando,,, o ninho de suas quimeas;;;). Gosto, do respirar das pa-la-v-r-a-s plantadas aqui.

朝川栄一 [Asakawa Eiichi] disse...

tudo exato de belo!... adorei "jardinar". Vou emprestar isso depois devolvo, tá?! abçs,

Rayanne disse...

Simplesmente belo.
Belíssimo.

**estrelas**

Valéria disse...

cantigas de cantar todo dia...dia após dia... mas mesmo estas não perenam os encantos... ai ai... eu gostei muito disso...muito mesmo!
beijo

Múcio Góes disse...

e foi canto pra todo canto, e, encanto tão bem, e tão.

[]´s

Aline disse...

Encantar o canto!

Beijo.

paulo vigu disse...

O texto de cantar da 5ª feira e o precisar palavras pra fazer cantiga encanta a ação da voz. A voz em ação é o canto. Sons perambulam aqui. Saudação Riodaqui - Abraço Poético - Paulo Vigu (arrumando o ig devagar)

Senhora D. disse...

adorei. observando o infinitivo de uma musa. legal.

Claudio Eugenio Luz disse...

Rodear entre cantigas, meu caro, é acordar sem perder o sono.

hábraços

Lubi disse...

Que não pereça, que não.
Beijo.
:*

Leandro Jardim disse...

lindo, cara!