domingo, 2 de abril de 2006

não enlaço 
olhares
,porém,
queria ler-te as sombras,
a sós. a dois,
depois.
"e beija-me o firmamento
de a boca".

7 comentários:

Janaína disse...

forte e pungente... prefiro o olhar na sombra, lançado sob os mil sóis de um sorriso!
beijos meus, agora teus

Janaína disse...

lindo o poema abaixo... em mim há várias... não sou borboleta ainda,mas sou casulo até decidir!

lindo mesmo... guardei para mim

Clarice disse...

eu aplaudo o jardim que também me colore e enlaço teu olhar poeta e sorrio para ti.

Claudio Eugenio Luz disse...

Gostaria de saber de onde brota as suas palavras: daquilo que está ao redor?

hábraços

claudio

Valéria disse...

"todas as coisas são metáforas"(Goethe)
beijo não poeta de as poesias-sorriso...

.pa. disse...

.o amor é tudo quanto.

S a Y ô disse...

"A terapia literária consiste em desarrumar a linguagem a ponto que ela expresse nossos mais fundos desejos." MANOEL DE BARROS.
'e beija-me o firmamento de a boca' MARAVILHA ISSO !!
Um beijo Pan