segunda-feira, 3 de abril de 2006

alguém
gru-gru-le-java
rua acima.
e se avista :3 flores,
em três janelas de uma
única cor .acho que
era isso, ou ditaram-me
tudo com fuso horário
trocado.
por verdes cercas :um perfume
estronda (as minhas narinas).

5 comentários:

ObservadOOr disse...

Em três janelas, passa o cheiro do perfume... em três vidraças, embaça o olhar ofegante.(devaneios). Abraços

Valéria disse...

"Escutei um perfume de sol nas águas"(MBarros)...
água virando arco, colore iris... beijo avoadô

S a Yô disse...

"...se avista 3 flores,em três janelas de uma unica cor.acho q era isso..." Pan
E Manoel de Barros diz :
"Quero enxergar as coisas sem feitio"
Um bj Pan

Janaína disse...

cheiro rua acima, procurando a árvore das três flores... todas as vezes emcontro a despalavra aqui. sorte!

Claudio Eugenio Luz disse...

As fragancias tecem na memoria histórias - quando boas, seu perfume jamais desaparece: como este poema.

hábraços

claudio