quarta-feira, 22 de fevereiro de 2006

,entonces...
e não é que abri
a cortina
e deixei o sol
à dentadas.

7 comentários:

Valéria disse...

a janela é fresta por onde o sol te espia....parafraseando alguém que falou isso sobre a lua...ou mais ou menos isso...já não sei...

dentadas

Claudio Eugenio Luz disse...

Você, meu caro pan, está me saindo um excelente marceneiro surreal. Além de ironico, me conquista e me desconcerta.
.
hábraços
.
claudio

bell disse...

...pouco, muito pouco de vc...

eduardo disse...

Disse tudo nas entrelinhas...
htpp://dudu.oliva.blog.uol.com.br

Dreamer disse...

e já dizia o velho cego que ouvia cores "e dentadas no sol, bem como nas estrelas em geral, lhes dará aquela sensação de contorcionismo na lingua. nao se demore, pois lingua queimada nao fala o que aponta".
abraço amigo de infancias.

edu disse...

gostei da imagem

.
.
.

abraço
edu

Mari disse...

Como na canção: "existem poesias, palavras de um rei" Gostei das poesias ae! Legal! bjo pro rei!