quarta-feira, 21 de maio de 2008

às vezes quisera eu
fixar em o ermo.
decerto
não havia de boa
memória.
amanhã estou melhor
de tossir.
alguém perguntava-me com olhar
quem tem bons amigos
também tem bons inimigos ?

sei de nada, nada...
amanhã estou melhor
de atchim...
era noite quando todos dormiam
e uns insoneficavam.
fiz um verso só.
para ser canteado.
vou anotar umas palavras
pramanhã de manhã
fazer uma photo sintaxe.
resoavam... se eram fixas
ou modifixavam de ambi
(gentes)
entes
habitantes tantos quantos enquantos
encantos cantos cantes entes antes
e?... logradouros ?
nem sei. só sei que
basculante é uma palavra linda!
e perto de você eu sou bocó.
Pedro Pan, 2008

Segunda Pai vai fazer uma cirurgia para retirar 2 hérnias.
Orações, rezas, pensamentos e energias positivas
são bem vindos. Obrigado à todos.
Bom feriado e ótimo final de semana.

6 comentários:

Pedro Pan disse...

"Às vezes, eu acordava na metade certa da noite, e estava descansado, como se fosse alto dia. Vão da noite, quando o mato pega a adquirir rumores de sossegação.
Ou quando luava, como nos Gerais dá, com estrelas.
Luava: para sobressair em azul de luz só assim, só mesmo estrela muito forte.
"
João Guimarães Rosa, Grande Sertão: Veredas

* hemisfério norte disse...

amanhã
queria estar melhor
de escrever
pra me rir de ontem
também anoto palavras
pramanhã
...mas...anoto na areia
vem o vento
......mar
e esganados de fome
levam tudo
bjs
a.
(melhoras para papai)

Suhelen disse...

sobra tanta noite pra nossa memória... tomara que esse basculante consiga encontrar os mais diversos lugares.

só não vale espirrar. nem tossir.
;)

beijos

Dora disse...

Enfim, quem está com gripe, "delira" um pouco...rs
E já que fica debilitado de corpo, a mente aproveita e faz "das suas": faz verso, pensa palavras vagas. Há "gentes"(personagens?), que vivem...(onde?). Sai à cata de encadear histórias...
E "basculante" pode dar samba! rs
Mas, não é bocó. Nunquinha!
E é amigo do Rosa...
(Preces bem fortes para o pai! Enviadas daqui...).
Beijos para o Pedro.
Dora

Darlan disse...

Seus escritos aprimam tanto de você. Sei lá, é um quê que não consigo explicar, mas você entende?

Rubens da Cunha disse...

Muito bom o poema
espero que tenha dado tudo certo na sua cirurgia

abraços
Rubens