terça-feira, 20 de março de 2007

não sou assim
tão tristonho, que
possa eu fazer uns versos
assim atormentados.
ah! não presto eu,
nem pra fazer um
poema assim: tristonho.
Pedro Pan, 2007

22 comentários:

Rayanne disse...

Pedrinho,
Bingo, influência reta de construção, sim. A cadência estava rondando.

E...não presta vc nem prá poema tristonho? hmmmm...deve ser porque as palavras se iluminam todas quando você as imagina!!! E nunca, nunca fica pouco, sempre transborada essa beleza de poema cheirando a leite, novo.

Tava com saudades suas.

***Estrelas tantas***

Tanara disse...

do tristonho, poema![...]


beijos, beijos Pan!

Mel disse...

Poemas tristonhos são tão lindos... Por vezes, tristonhos demais, mas lindos!
Gostei muito desse lugar!

eduardo disse...

Tristonho mas muito poético.

carol disse...

Você consegue fazer um poema assim, tristonho...acho que até um do avesso...eu não consigo fazer um poema feliz, nem eles me fazem mais. beijos

maria . disse...

sorria.
quem dera
todos poetas
fossem menos tristonhos
para poder escrever
só de amor
e finais feliz.




(mas nao ficaria enjoativo o mundo?)

Dora disse...

Pedro! Poeta faz,sim, verso tristonho, bisonho...Poeta é fingidor...
Mas, seu verso é sempre "risonho" e lembra "sonho". Prá mim!
Abração!
Dora

Bosco Sobreira disse...

Meu caro Pedro,
A poesia é que nos pega. Você, poeta dos bons, pode fazer o que bem entender da poesia que lhe chega. Se não é triste o poema, certamente é pq não tem guarida num espírito como o seu.
Valeu, meu amigo.

Mago disse...

a alegria vive em ti por isso poema tristonho não vêm, se faz luz ao limiar do fim do dia, trazendo em cada palavra a alegria de ser apenas tu! Um grande abraço e tudo de bom!

Márcia(clarinha) disse...

vale ser tristonho se desse estado nascer poesia [como essa]
carinho meu,procê
beijossssssss

Ricardo Rayol disse...

Sou assim
Denso, angustiado
Renovo neuras
Nos versos
Escritos malditos
Catártica cura

Não consigo ser engraçado rs.

Ana disse...

Que bom que não é assim tão tristonho. :)

clarice disse...

prefiro-te sempre risonho.
beijo Pan

Erika disse...

Ahh nada de tristonho.. melhor ser risonho...

beijos

tibeu disse...

Aqui estou eu a comentar um blog que acho interessante. Gosto da forma como está escrito.
Continua assim. Bj e espero nova visita

tibeu disse...

meu endereço é : www.tibeu.blogs.sapo.pt

Sara disse...

Lindo.
tem gente q produz melhor dentro da melancolia.
outros não.
outros sempre bem - é aí que vc se encaixa.
bsj

diovvani mendonça disse...

Ô cumpadi... Nem ieu, viu?
Abraço.

Múcio Góes disse...

triste contraste, ser feliz assim.

El Pedrón.

[]´s

Jefferson P. disse...

... desguarnecendo a fronteira entre poesia e pensamento...

Abrçs..

paulo vigu disse...

e verso atormentou. Riodaqui ~~~~~~ Paulo Vigu

nathy disse...

Adorei.
Simples, porém, lindo.