quarta-feira, 1 de novembro de 2006

teus instantes: obras.
lavras pa.
sobre as travessias
ias
e sussurravas ao pé
de
o
ouvir.
Pedro Pan, 2006

15 comentários:

eduardo disse...

Profundo...

Mago disse...

Muito bom! Aliás fico me perguntando o que não é bm por aqui?
A simplicidade e profundidade de suas palavras são encantadoras. Um grande abraço do Mago aqui. Ah! Eu ia me esquecendo: Tem uma algo pravocê lá no caldeirão. Ok?

Márcia(clarinha) disse...

das larvas nascem borboletas que voam nas palavras como sussurro leve brisa...
beijosssssssssss

Paulo Vigu disse...

Ao pé do ouvido um sussurro e tudo mais indo, atravessando as travessias. Riodaqui/[]s aí/Paulo Vigu

Octávio Roggiero Neto disse...

"Caminhando e cantando e seguindo a canção..." Pedro, façamos a hora na travessia do tempo que nos cabe e não deixemos que os dias passem sem mais nem menos.
Té mais ler!

Lulu on the sky disse...

Oi Pedro, sou amiga do Mago e vim conhecer seu blog.
Sucesso pra vc.
Big Beijos

Keila Sgobi disse...

Lindo, pedreiro!

carlos muzilli disse...

Pedro, pé ante pé ouço sussurros nas pontes de tuas lavras. Abraços poéticos.

Vanessa disse...

Vima qui conferir a dica do Mago e gostei do que eu encontrei!

beijos :*

Múcio Góes disse...

...pra dizer baixinho ao pé d´ouvido...

meu Bom Pedro I!

[]´s

Ana Shirley disse...

formas deconexas funionam bem naum?!
^^ linda quimeras

111x6 disse...

A magia com a qual você trabalha as palavras é simplesmente fascinante . Um abraço Pedro!

Inominável Ser disse...

Inomináveis Saudações, Pedro Paulo Pan.

Sobre as travessias, vão mesmo
Muitas palavras
Abrindo asas
Abrindo aspas
Fechando atas
Fechando altas

Vossa poesia sinceramente vem a tratar com maestria os versos que com vosso talento tu moldas. São instantes de inspirativa ligação com as palavras todas que se expandem em vossos momentos de criação. Em poucas palavras, Pedro Paulo Pan, tu consegues transmitir muitas, inúmeras, palavras de sentimentos, momentos, visões, ações e situações.

Saudações Inomináveis, Pedro Paulo Pan.

ALF O Extasiado disse...

Pedro Pan, o ágico das palavras. Cara, vc consegure traduzir um talento incrível. Fico muito admirado com suas quimeras, pode crer.

um abraço
;)

Claudio Eugenio Luz disse...

As metamorfoses que você consegue imprimir é pura sedução para os olhos do leitor.

hábraços,poeta