sábado, 18 de novembro de 2006

já faz meio de o dia.
a tarde quase chega - já.
está aí.
quando sábado, o dia
rumoreja tuas lembranças
de cor e salteado.
inda ecoa o pio de passarin
ontem em alpendre.
em o telefone móvel,
alguém que eu sei bem
dita-me:
saudade.
Pedro Pan, 2006


ao lado de ontem

18 comentários:

Nathy disse...

É SEMPRE BOM OUVIR ESSA PALAVRA.AINDA MAIS NUM SÁBADO!!!!

carlos muzilli disse...

Pedro, fique certo, é de tarde que a passarim vem, nas asas imóveis do telephone. Abraços poéticos.

marcia cardeal disse...

emudeço taciturna quando alguém, tão assim, fala por mim. bj

Anônimo disse...

Esse seu manejo com as palavras me convence e me aprofunda, no mundo.

AbrAÇOs

Octávio Roggiero Neto disse...

pelos trilhos do tempo
Pedro prossegue pelos itinerários da memória
conhecendo as estações de saudade

Paulo Vigu disse...

Vou decorar os segredos de Pan pra mexer no termo saudade e aprender a fazer dia rumorejar lembranças. Riodaqui - []`s - Paulo Vigu

Márcia(clarinha) disse...

de meio o dia se fez inteiro e pulou de sábado para segunda num único arfar..
semana linda querido
beijosssssssssss

Sara disse...

Muito bom.
E uma cerveja pra brindar.
Bom falar com vc ontem.
Bjk

Navegando com o Álvaro Míchkim disse...

Pedro, canto de passarin lembrou o saudoso irmão Henfil. Meu jardim e pomar é mto visitado por passarins, borboletas, formigas e etecéteras; Gata Miau Mao (Nick) está sempre à espreita por seus recantos, à espera do q/encontrar (tbm, à noite, não deixa as lagartixas em paz, coitadinhas...). Vc clicou o passarin? Abraços.

Múcio Góes disse...

é que
um
dia
sem vc
é
meiodia.

[]´s

Fred Neumann disse...

Meio dia é o que falta para minha família chegar de viagem, e eu mandar a saudade para uma longa viagem.Eu sei que um dia ela volta, depois viaja de novo.
Do seu blog não tenho saudades porque nunca vim antes.
Mas já da primeira visita e do belo design simples muito bom, se não voltar aqui rápido, quem voltará é ela de novo: saudade.

Saúde,

Fred

Bela Lachter disse...

lindo, lindo, lindo...
cada poema mais apaixonante!
Até suspirei!
Beijos meus e ótima semana!

Ana Shirley disse...

saudade..esta sim palavra que em pouca extensão determina muito sobre os sentimentos de 2 seres!

bell disse...

simples.
eu de você.

bjo.

Mago disse...

Saudade, isso ninguém sabe definir se é dor ou alegria, se lembramça ou apenas sentimento de quem está, mas não está. Saudade é o indefinível, intocável! Um abraço do Mago aqui.

Clarice disse...

a saudade alumia tardes
enquanhto passarinha o dia
beijo Pan

Bela Lachter disse...

Hum.. Posso te ad-roubar 'pros' meus passeios?

diovvani disse...

Se alguém dita saudade, que seja bendita a comunhão. Abraço.