domingo, 24 de setembro de 2006

sombras de hibisco
ela dormia meus cabelos
com as palmas, mãos - dedos.
(ébrios-enluarados-felinos)
eu, adormecia ali.
e descansava meus calcanhares.
aos passos qu'ela velava meus
sentidos. sentimentos.
pedro pan

22 comentários:

Múcio Góes disse...

sob as folhagens
um par de amores
fazendo o verbo
conjugar-se. de
amar assim todo
querer quer.

é o Bom P.

[]´s

Angélica Juns disse...

Me lembrou Ludov: "dedilhar os teus cabelos,e seus pesadelos vão terminar";
Tb me lembrou CAFUNÈ...tá passando no Gemini, na Paulista;
Me lembrou meu amor;
Me lembrou o que é arte, o que é sentir poesia e o que é bater as asas num domingo à tarde;

e não vou esquecer tão já...


Angélica

Valéria disse...

mãos que adormecem os cabelos e infinitam os sentires...
beijo

Mary disse...

Gostei do bossa nova! (jovem guarda? eca!) hahaha ;p~


Linda imagem
e palavras veladas
e sentimentos
silêncio...


Bjus, PP!

Márcia do Valle disse...

É bom se sentir cuidado por alguém, né? Bjs

Leandro Jardim disse...

A beleza costumeira de Peter!

diovvani disse...

Quando os dedos delas, dormem os cabelos, os pensamentos acordam... Montanhoso abraço meu camarada!

Luzzsh disse...

Oi Pedro,

Leve, doce...adorei!

Beijos...

Lubi disse...

E a visão de tudo isso congelou-se em meus olhos.
Lindo.
Beijo.

Claudio Eugenio Luz disse...

é sempre bom saber quando temos e podemos contar com o outro.

hábeijos

Carol disse...

Momentos como esse fazem valer a pena viver. bjos.

Rayanne disse...

Velando por ti
Enluarada briza
De outros veleiros
Soprando o lirismo triste
Nos travesseiros...

**Estrelas**

Tanara disse...

e você[que tal?]a perdê-los em meio a tanto...
.
beijos, beijos

eduardo disse...

Puro romantismo, mas sem ser meloso...

Loba disse...

E à sombra dos hibiscos, mãos-dedos transformam quimeras em sentidos e sentimentos!
Beleza só!!!
Beijãozão

Marla de Queiroz disse...

Bordando a palavra AMOR nos travesseriros com os fios de cabelo...
Sol-risos.

Paulo Vigu disse...

Descansou os calcanhares e adormeceu. Ela velou sentidos. Tudo sentimental à lua. Riodaqui/Paulo Vigu

Ivã Coelho disse...

Estes seus versos de prazer, cheios de sentidos e sinuosidades. Sempre bom aparecer e roubar de ti as inspirações exatas. Uma necessidade perfeita.

Abçs, caríssimo, e obrigado pela constância.

moacircaetano disse...

belo...

Keila Sgobi disse...

permanecendo guardado
fez a folha florescer
por sonhos tão orvalhdos
que ela precisou colher...

Cristiano Contreiras disse...

Dama da conquista! exatidão.

Márcia(clarinha) disse...

esse chamegar nos cabelos já é uma canção de amor...
linda noite querido
beijossssssssssss