quarta-feira, 27 de setembro de 2006

eis que 
descubro frases ácidas
que encantam,
em minhas habilidades de archeologo
pedro pan

21 comentários:

Paulo Vigu disse...

Que o rupestre das frases habilite archeologos, arqui(tetos), músicos e canções. Daí en(canto). Riodaqui/Paulo Vigu

Sara disse...

Fiquei pensando no verdadeiro sentido das habilitades de arqueólogo...
rs
bjs

Múcio Góes disse...

eis que no fundo do baú moram coisas que.


Bom P.

[]´s

Claudio Eugenio Luz disse...

Trazer à tona aquilo que está escondido, eis o nosso trabalho.

hábraços

eduardo disse...

Palavras ácidas... sempre são necessárias...

ALF O Extasiado disse...

que profundidade hein. Por esse modo peculiar de escrever te admiro muito.

quanto ao outro blog meu amigo, sê paciente. Ao devido momento euavisarei todo mundo. Está em fase de construção.

um abraço
;)

Márcia(clarinha) disse...

Frases ácidas e bolorentas as vezes encantam...
beijosssssssssss

Caroool disse...

^^

Luzzsh disse...

Oi Pedro,

Daí a importância da continuidade da busca...Beijo.

Rayanne disse...

Arqueólogo dos sentimentos mais escondidos, um cientista que mistura palavras formando delicadas teias de poesia e cor.

**Estrelas**

Márcia do Valle disse...

O tempo tira a acidez das frases. Bjs

Michel Seadini disse...

Arqueólogos de nós mesmos, eis o que somos!

Keila Sgobi disse...

Coidsa de Arqueólogo ou de Minerador???
Bjs

Navegando com o Álvaro Míchkim disse...

Peter, Maikóvski disse: "Era ou não roxa a barba de Barba Roxa? Que me importa, não costumo remexer o pó dessas velharias".
E por falar em pó, "Pergunte ao Pó", do John Fante já está nas locadoras. Imperdível para quem gosta de embaralhar as letras e construir palavras, versos, etc...
Obrigado por me olhar. byby Abaços.

Navegando com o Álvaro Míchkim disse...

Peter, Maikóvski disse: "Era ou não roxa a barba de Barba Roxa? Que me importa, não costumo remexer o pó dessas velharias".
E por falar em pó, "Pergunte ao Pó", do John Fante já está nas locadoras. Imperdível para quem gosta de embaralhar as letras e construir palavras, versos, etc...
Obrigado por me olhar. byby Abaços.

marcia xavier disse...

Tudo que vc escreve é tão doce que só mesmo um cientista das palavras conseguiria encontrar frases ácidas!
*Adorei a msg de niver, muuito obrigada!
bjs

marcia xavier disse...

Tudo que vc escreve é tão doce que só mesmo um cientista das palavras conseguiria encontrar frases ácidas!
*Adorei a msg de niver, muuito obrigada!
bjs

Clauky Saba disse...

o poeta nas (des)cobertas da vida de dentro... bom!

POetabraços

Nanna disse...

Saudade de tu!

Beijos...
:)

Poetaquímica disse...

Eu descobri frases encantadoras... sejam ácidos e bases... que resultam em palavras simples e belas como água e sal...


Ass: A Poetaquímica! ~~ ^^

diovvani disse...

Se descobre, é porque elas (palavras) estavam com calor? Eh, talvez; queiram ventar por aí, novidades.