segunda-feira, 21 de agosto de 2006

reminiscência de chuva
ela veio, como foi.
terra úmida terra
rio que não seca.
porque chuva lhe
acalenta/alimenta
dá sustento.



 , dolores & idalécio

10 comentários:

Nanna disse...

Pepê, saudade de vc...
Ficou maravilhoso o novo lay!!!

Beijinhos...
:)

sayô disse...

lindo lindo o chuá chuá do guimarães rosa. amei.
beijos em vc

Múcio Góes disse...

solo fértil, aqui, brota poesia facin assim.

[]´s

diovvani disse...

(,;:É bom, ciscar por aqui:;,)

Claudio Eugenio Luz disse...

nessa terra quero me fartar, porém, quero estar acompanhado.

hábraços

Valéria disse...

e de tanto molhar....virou flor...
beijo muço/deus mu-dança

douglas D. disse...

muito bonita a nova cara daqui!
e a chuva...alimento e refúgio.
abs.

Mendoscopia disse...

Chuva... nostalgia... noite de lembranças em meio à tristezas e alegrias...

Visitando...
Jú Pestana

Paulo Vigu disse...

Os rios que não secam porque chuva os acalentam muito me interessam. Que chova no riodaqui hehe - Saudação Riodaqui - Abraço Poético - Paulo Vigu

ALF O Extasiado disse...

hum... a leveza é genial.
E refrescante o texto.
Até porque não sinto a chuva há tanto tempo...

;)