sábado, 24 de junho de 2006

uma árvore choveu em mim

5 comentários:

Lubi disse...

E os frutos?

carlos muzilli disse...

Pedro, bebeste seiva? por certo perdeste o senso. Abraços poéticos.

Valéria disse...

moiô?
beijo beijo

Leandro Jardim disse...

Dá-lhe vida do mato!

clarice disse...

era beija flor com certeza.


lembrei leminski
"as folhas tantas
o outono
nem sabe a quantas"

PS: tô de olhos atrasados mas reaverei os versos que deslí aqui e em acolás.

carinho meu