sexta-feira, 5 de maio de 2006

em o final de 
a manhã, um solzinho
quentou minhas retinas
tenho ânsia de vo
ar
& inscrevo perto de
verde.

9 comentários:

lissa disse...

que lindo o que você escreve, pan !

otavio disse...

Legal Pan...
Visitarei seu blog sempre que rola...e vamo q vamo na escrita!
Abraço e bom finde!

Clarice disse...

"jardim da minha amiga
todo mundo feliz
até a formiga"(leminski)

Abração poeta Pan

Janaína disse...

pedro,
faz sexta ensolarada, roseiras e rosas brotando, mas cortaram minhas asas.

minha conexão me odeia. preciso falar, ar... ar... ar!!!

Rayanne disse...

Voei também.
Estrelas.

Claudio Eugenio Luz disse...

Das coisas que não permanecem paradas-caladas, anseio essa vontade de voar.

hábraços para o poeta

camila disse...

qta leveza! uma pena eu nao saber fazer poesia assim... adorei. e volte sempre!

Keila Sgobi disse...

vai falando
vai falando
vai falando
ando
andando
dando
andando
dando
dando
ando....

assim te vejo na leitura:
as repetições que se fundem e dizem o que ouço e não está escrito,
o som que canta fugindo da palavra escrita...

bonito!
que entusiasmo!

beijos!






mas...em qual da andanças me encontrou?

marcia cardeal disse...

cheiro de vento em bambuzal.