sexta-feira, 31 de março de 2006

estilhaços de março



em os meus pulsos
meus punhos:
feridas & cicatrizes.
vem e vão todos os meses
mas março, a dor é imensa.
em o meu quarto fechado.
em meu mundo(submundo) atordoado.
da casca ao bagaço
lacrimejantes olhos.
em o espelho me olho.
que faço?
amanhã não é mais março.
|03/2000|


não preste atenção:
poema de 2000, velhinho e diferente do que
escrevi depois, mas é meu.
lembrei dele esta semana
e deixei para postar hoje. ele é de uma época
que março era quase sempre um mês triste.
o que não é mais...

4 comentários:

Clarice disse...

Alguns meses nos amassam, outros nos desamassam, anos passam e nos fortificam e março sorrí sem culpas. Carinho meus

Valéria disse...

amanhã é primeiro de abril....esse dia sim é um dia mentiroso!
março é lindo, março nasci eu!
beijo pan

SaYô disse...

Bom olhar pra trás e ver q passou e sentir q somos capazes de nos desfazermos de situações através do tempo. O tempo amansa ...amansa coração, sentimentos ruins ...O TEMPO EH FIEL
Bom Sabado pra vc . Um bj

Claudio Eugenio Luz disse...

Lembrar-se dos guardados significa um pedaço achado da nossa própria história.

hábraços

claudio