quarta-feira, 14 de dezembro de 2005

brinque teus olhares
de ver. de verde.
diversão.
são olhares ao [in]vento
olhares ao tempo
ao temporal
por algo
ao teu dispor.

5 comentários:

Valéria disse...

sorrindo...
um beijo

Dreamer disse...

e eu que ando dispondo olhares pros lados errados, disponho na mesa dois ou três sonhos, tentando divertir meu ócio.

douglas D. disse...

gostei daqui. descobri através do blog da valéria.
abs.

Claudio Eugenio Luz disse...

Para todos os olhares sempre haverá um caminho a seguir. Estrutura perfeita, meu caro.
.
hábraços,claudio

Rubens da Cunha disse...

Gostei dos teus poemas,
um certo humor meio amargo e sincero.
parabéns
Rubens