quarta-feira, 29 de julho de 2009

hoje o dia acordou
com um solzinho gostoso.
& pássaros
de aqui
pralá &
prali
em suas cantigas
pareciam reggae.
hoje, já deslumbrei com a
amizade sincera.
que faz-me bem danadibão
desde os tempos de outrora.
e me apeguei em saudade.
saudade esta, meus companheiros,
já faz suspiros.

13 comentários:

Pedro Pan disse...

"Amigo, para mim, é só isto: é a pessoa com quem a gente gosta de conversar, do igual o igual, desarmado."
Guimarães Rosa

Pedro Pan disse...

, ando retribuindo as visitas da maneira que eu posso. aguarde, tenha paciência... eu chego lá!
, abraços meus a todos os seus!

clarice ge disse...

veja só Pan, o mesmo sol acordou meu dia, que beleza!
e um passarinhão tem a estranha mania, todo dia, dia inteiro, bater com bico em minha janela. preciso urgente aprender sua linguagem, penso que ele me traz uma mensagem. me sinto tão analfabeta em idiomas...
sorriso e carinho meu Pedros

Paulo Viggu disse...

Que haja sempre pássaros Bobmarleys pralá e prali. Abraços aí, nobre -Paulo Viggu

Alex Pinheiro disse...

danadibão isso minino!
Putz que entendo sua obra como uma coisa que me acalma. Faz aí espírito de mexedêra que eu gosto dessa fonte "curriê" impressa preto no branco.
E quando vira livro?!

Abraços e geniais invenções!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Simplicidade, como a própria visão.

Gostei.

até mais.

Jota Cê

Diana M. disse...

Ao som de Gram li suas palavras, cairam tão bem. Saudades em dias como o de hoje onde o frio e o acinzentado predominam~, são latentes e doem.

Dora disse...

Então foi um dia "danadamente" quase perfeito! Trouxe sol, passarinhos, amizades e...saudades boas!
Benzadeus!
Beijos, beijos.
Dora

Sayô disse...

saudade é bom.
eu gosto.
me leva a momentos vividos,
e me faz suspirar...
gosto dessa sensação.
beijo meu novo amigo de orkut. rs

Su disse...

como é bom acordar nesses dias cheios de suspiros... tudo fica tão mais leve...

bjosss!!

Roberta disse...

Legal essa intertextualidade que estabelece entre seus poemas e outros textos nos seus comentários. Casamento que potencializa a beleza dos seus versos, esses tão singelos quanto doces. Adorei, em especial o reggae dos pássaros. Bom demais isso! :)

Beijos!

Filipe disse...

Leve e ligeiro como meus espírito alguns dias atrás.

Kanauã Kaluanã disse...

E como sabe bem "acordar" com a saudade num bico passarinheiro... esta que nos encosta e faz teias nos recantos das asas que apontamos aos voos vividos e vivificados.

Abraço.

Katyuscia.