quarta-feira, 30 de maio de 2007

2 anos por quimeras
quem me quer, que me regue.
Pedro Pan, 2006

2 anos por quimeras que pareça ou Tem coisas que precisam ser ditas.

Obrigado é uma coisa que preciso dizer sempre por aqui.
2 anos, não é algo pra comemorar assim, mais pra lembrar e pensar em insistência, resistência.
Pensei em explicar algumas expressões minhas, mas o texto foi censurado.
Sim, eu me censurei, quem sabe em outra data.
Pensei em fazer umas gracinhas pra comemorar, mas nenhuma deu certo, ficaram
nada a ver com o que penso, com o que queria. Então dinamitei todas.
Mais uma vez, obrigado a quem participou de quimeras de alguma fórmula, ou
com alguma forma, em este meu caminhar por quimeras.
Tem momentos que penso que nada acontece, embora se pensar, de 1 ano de quimeras
pra agora, hoje, muita coisa aconteceu, muita coisa mudou, algumas até estagnaram, mas continuei a escrever, a brincar com/em o texto, a brincar com o visual, a estética de o blogue, e pude também auxiliar em a estética de outros blogs, de pessoas amigas.
Quando dei por mim que era 2 anos por quimeras que pareça, e fui pensar em as gracinhas, já de cara foi uma meta pra mim não fazer nenhuma restrospectiva,
porque quimeras não parou, não acabou, nem ponto finalizou pra pensar em restrospectiva. Quimeras está em andamento inda. Quimeras é um exercício de pesquisa, de aprendizado meu. Quimeras não é nada mais que experimentos, que experimentação poética.
Tinha outras paradas pra dizer, mas vou ficar por aqui e dizer obrigado mais
uma vez, cada um que passa por quimeras.
Pedro Paulo Pan.

21 comentários:

Erika disse...

Desejo que estes 2 se multipliquem... repliquem... retumbiquem... nos olhos, ouvidos e bocas...

Beijos PP.. parabéns.

Eu gostei da cara nova.

clarice ge disse...

e eu vim dizer obrigado

por Pan existir
por me sorrir
por prosseguir
vim te regar
vim festejar
vim te abraçar

beijo da sempre amiga
clarice

ALF O Extasiado disse...

Meu amigo, realmente sempre tiramos coisas boas de tudo o que vivenciamos com essa experiência do blog. Te contribuiu muito mesmo, e notamos sua evolução a cada post.

Continue por muitos anos meu amigo.

abraços
;)

Octávio Roggiero Neto disse...

por sua arte, por todo o companheirismo, pela amizade, pelas trocas de ternuras, também pelo que você fez com minhas primícias e com o nosso legado, Pedro, por suas palavras engraçadas e conscientes em meus momentos de cansaço e solidão, por estas e outras, enfim, não tenho outra coisa a dizer, senão que guardo você no coração e que sou grato a Deus por ter a oportunidade de seguir mais você por esta vida adentro.
forte abraço!

marie disse...

o layout ta LINDO
e parabens para ti
e obrigada a ti
por dividir conosco
pensamentos e frases sempre tao lindas

Sayô disse...

opa
vamu
festejar,
vamu
comemorar,
pois o quimeras está a 2 anos no ar!!!!
O bom do festejar é ter o que COMEMORAR. É olhar pra trás e ver o tanto q erramos, caimos, levantamos, criamos, traquinamos...
Parabens e desejo que a cada amanhecer ,venha uma enxurrada de poesias em sua vida.
P.S. Adorei a iluminura!!!

Sayô disse...

opa
vamu
festejar,
vamu
comemorar,
pois o quimeras está a 2 anos no ar!!!!
O bom do festejar é ter o que COMEMORAR. É olhar pra trás e ver o tanto q erramos, caimos, levantamos, criamos, traquinamos...
Parabens e desejo que a cada amanhecer ,venha uma enxurrada de poesias em sua vida.
P.S. Adorei a iluminura!!!

Mel disse...

Dois anos? Para mim isso é uma vida em relação aos blogs, pois os meus não chegam a 6 meses!
Parabéns!!!

Filipe disse...

Caríssimo Pedro, meus parabéns pela resistência/persistência em fazer um blogue que tenha mais do que palavras amontoadas, mas tem significado na falsa complexidade da poesia. E que venham muitos mais anos de quimeras!

Abraços!

Navegando com o Álvaro Míchkim disse...

quimeras porque quiseras...
pouca sopa sobra para quem sopra versos ao vento... vai a sopa e fica a "pedra"...
Parabéns!

douglas D. disse...

por aqui passando
é bom por aqui passar...

Saramar disse...

por quimeras por dois anos, três, quatro e todos os números que existem e não se mostram, como a beleza se mostra aqui.

beijos

alex pinheiro disse...

Pensei em uma infinidade de palavras falsas para borbulhar afetividade por aqui... Optei pela cinseridade, essa que troca as letras mas não pretende confundir, pois tem o msm som...

Pretendo vê-lo em outras oportunidades resistindo quimeras possíveis, realizáveis e absurdas!

Que venham anos de experiências literárias mútuas com o InventO!

Abraços e comemorativas invenções!

Múcio Góes disse...

Bom Pedro I. Brigado eu, nós, por tudo e tanto. Parabéns!

[]´s

Bera disse...

Vim mais pelo Octávio, mas adorei.
Agradecer ao invés de retrospect(ar)é muito mais dar importância ao outro que afinal é quem recebe a emoção que vc passa.
Maneiríssimo e mineiríssimo que pra mim são sinônimos.
Vou voltar sempre.

diovvani mendonça disse...

Ô meu caro Pedro...
Parabéns, pelo aniversário de seu bebê!!! E você, não virá aqui para bebemorarmos? Olha, eu tive a honra de ser agraciado com seu talento no lay-out do "Poeminhas...".
Você apesar de dizer que não é do bem. (rsrs) Da turma dos "maus" é que não é. Dos males, sua pessoa é das melhores quetátendo e que tenho encontrado pelo mundo virtual. Aguardo sua visita, lá "em a minha casa, viu?". Abraço.

paulo vigu disse...

2 anos de Por quimeras são dois anos de boa leitura. Vamos passando pra levar os versos de Pedro Paulo Pan. Poeta-irmão, tinha outras coisas pra dizer, mas daqui, do rio daqui, eu também agradeço. Riodaqui aí.

Sara disse...

Quem deve agradacer somos todos nós, que passamos aqui diariamente para desfrutar dessas coisas maravilhosas que vc faz.
bjs

Jackie disse...

Ô Pedro, parabéns!!! Nós é q agradecemos por vc nos agraciar com tantos posts maravilhosos! Mais anos de vida pro seu cantinho!!!! Yyyyupiiiii! Bjokas!!

Loba disse...

Quimeras são letras que regam os sonhos - seus e nossos!
Parabens, viu? Que sejam muitos os sonhos, as experiências e eterna a aprendizagem!
Beijocas

Bosco Sobreira disse...

Meu caro Pedro,
Parabéns pelos dois anos e obrigado pelo presente que nos vem dando esse tempo todo.
Vou aguardar e augurar multiplicações mil.
Forte abraço.