terça-feira, 17 de abril de 2007

ai vem você
com este teu olhar nocivo.
(que num sei, se vivo sem.)
insisto.
quando eu, lírico canto
tem vezes, que a caneta
engasga
algumas palavras
como por exemplo...
Pedro Pan, 2007
, eu queria mudar algumas coisas aqui
em as quimeras, vou ver...

20 comentários:

Mel disse...

Teus versos são lindos, como gosto disso tudo que vc escreve. A nova imagem está perfeita!
Boa semana! Beijo.

Alex pinheiro disse...

mew! q perfeita essa imagem ae amigo blognauta!!! adorei de roeres!!!
e qto ao seu comentario por lah no InventO eu agradeço escrevendo aqui que é desse tipo de comentario e com esse tipo de pessoa que gostaria de travar experiências literárias e filosóficas! "cd um na sua": eu gostaria de fazer existir dentro de mim esse tipo de posição social! por isso da crônica! um desabafo meu mais em relação a quem sou do que sobre o que gosto! rsrs......
gosto do seu espaço como está e das palavras que aqui reproduz, mas se pensas em mudar algo que seja com sucesso e agradabilidade mútua! rs...
Abraço e novas reproduções!

marie disse...

eu qeria mudar algumas coisas na minha vida.

Bosco Sobreira disse...

Tá perfeito, Pedro.
Por exemplo...
Forte abraço, poeta!

Nobre Dama disse...

Mude sim se assim quiser
Eu quero mexer em meu espaço todo dia, mas me falta tempo e tb algumas dicas sobre html.
rs
bjo

Tanara disse...

por supuesto!
gosto de brincar.
mas...
assim seja.



.

paulo vigu disse...

De canetas engasgadas e líricos cantos ao remédio de espantar olhar nocivo, a poesia de Pedro Pan transpõe sentidos. Riodaqui/abraço - Paulo Vigu

Jackie disse...

Olá Pedro! Lindos versos.. e lindo lugar tb para se visitar mais vezes, com certeza! Abraços!!!

Sayô disse...

Mudanças tem que ser vistas como nocivas, elas nos mostram o quão capazes nós somos...principalmente DE MUDAR !
Sabendo disso, benditas são as pessoas que OUSAM MUDAR !
beijos

Cristiano Contreiras disse...

Você mais sutil e preciso que nunca, lindo tudo por aqui!

Navegando com o Álvaro Míchkim disse...

...por exemplo, amor!? Pedro, primavera prima pelas primeiras pérolas vindas de a natureza celestial, as flores!... (que combina e rima c/amores, então...).
Abraços.

Múcio Góes disse...

ai vem você, me fazer fazer poesia nascer e crescer.

bom Pedro.

[]´s

Dreamer disse...

Senhor Pânico:
dos terrorismos e bate-bocas infindos entre eus, líricos ou não, nascem as palavras que falam no olhar.

abraços, infâncias

clarice disse...

me deixei ficar em cotidianos assombrados...
donde escapei para escutar teu canto
...e se mudar não mude o menino que aqui escreve
carinhos e sorrisos

Cristiano Contreiras disse...

ME AJUDA!! preciso de seu msn, me diz, uma duvida urgente, por favor!

Mary disse...

Essas reticências...

:)

Adorei a imagem nova!
Quais serão as mudanças?! Saudade de conversar contigo.

Beijoss

Rayanne disse...

Olhar nocivo.
Lascivo.

Em teu lírico canto
Como encanto

Que a caneta já não pode despertar.

***Estrelas doces***

ediney disse...

belo poema e em par perfeito com a foto

Lidiane disse...

Olhar nocivo...
gostei disso

E mude, sim.
Adoro mudanças cheias de poesia.

Beijo.

diovvani mendonça disse...

O exemplo saltou aos olhos. Abraço.