segunda-feira, 12 de março de 2007

não tenho tempo de
fazer-te poesia.
poesia já é.
e os meus olhos te adoram.
te vasculham, até em
teu interior...
Pedro Pan 2007

22 comentários:

Múcio Góes disse...

e ter tempo já foi coisa do homem, em seu habitat natural: poesia.


pedra que voa.
Pedro que pára.
asa asa asa,
poesia e Pedro
moram na mesma casa.


[]´s

Guto disse...

Belo, o vislumbrar, achei bastente legal, Poema tu és!!! magnifico

Márcia(clarinha) disse...

de tanto amor tornou-se poesia...
noite linda querido,
beijossssssssss

eduardo disse...

`pesia é existência

Tanara disse...

"não quero o inVerso..."



.

beijos,[e sorrisos,] Peter Pedro Pan

Jefferson P. disse...

Observe com os ouvidos... que tendem a escrever poesias que os olhos vêem, porém, sem forças... tornam-se inimigos do tempo.

Abrçs.

clarice disse...

e o poema salta no olhar enamorado do poeta.

Nobre Dama disse...

E os olhos procuram e buscam e caçam e gritam e acham!
tempo bom de re-achar este lugar.
bjokas

Erika disse...

Poesia derramando-se pelos olhos.. hum... bonito isso..
beijos

diovvani mendonça disse...

De vasculhar o interior, o poeta faz-florescer, poemas, na paisagem dos olhos da gente. Abraço.

Saramar disse...

O poeta amando é puro poema.
O poeta doendo é poema também.
Lindeza, o amor e o poema!

beijos

Sara disse...

Eu ando tão abobada de paixão que vir aqui e ler essas coisas me deixa mais flutuante ainda.
Inspirador.

Bjs guri

Bosco Sobreira disse...

interiores e exteriores, onde a poesia mais prazerosamente habita.
Forte abraço, Pedro.

Filipe disse...

Musas são.

E no mais, o olhar já faz todo o resto.

paulo vigu disse...

Dia fecha e abre em tempo de o poeta amar. Porque poesia já há. Riodaqui *água/abraço* Paulo Vigu

maria . disse...

a inveja doce corroi minha alma feito soda.

Bosco Sobreira disse...

Caro Pedro,
Hoje é o Dia Nacional da Poesia. Dia dos poetas, como você.
Parabéns, meu amigo, pelo poema de hoje, pelos passados e pelos que virão.
Forte abraço.

tibeu disse...

Gostei do passeio que dei por este blog. Bj

carol disse...

à fonte da poesia está nos olhar que mergulha no interior das almas, das coisas. Como o seu... E com esse olhar, o tempo não existe. Beijos poeta, obrigada sempre por suas palavras, aqui e lá.

Lidiane disse...

Sorte.
Muita sorte a dela.

Claudio Eugenio Luz disse...

A poesia está em todos os lugares, assim como as histórias.

hábraços

Navegando com o Álvaro Míchkim disse...

por quimeras eu quiseras que hojes foras somentes sextas feiras, mas terças feiras são somentes dormentes sementes...Abraços.