domingo, 14 de janeiro de 2007

estarei de partida.
pra colher versos por outros
lugares Lares e olhares.
levo comigo umas tralhas.
se a memória não me falha
E sempre falha.
vou, mas volto.
passeio, lugar não conhecido.
que se fará amanhecido
por vários diariamentes
meus por lá.

melhor eu rearrumar minha
bagagem.
não esquecer aqueles versos de
outrora, aqueles de agora.
ir por lá.
daqui, a poucos
cotidianos, estarei de volta.

Pedro, 2007


A história é a seguinte, em esta semana 
e em a próxima estarei desaparecido
de blogs e etecétera.
Vou pro Alto Paranaíba, visitar minha grande
amiga Raquel...
Saudações a todos.
Pedro Paulo Pan

26 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Uau!! que a bagagem esteja repleta de poesia, rimas e carinho, aproveita viagem e leva contigo a certeza de belos sóis e luas parceiras que iluminarão os caminhos...vai e volta em paz!
lindos e felizes dias
beijossssssssss

Mary disse...

Que sua bagagem volte repleta dos seus bonitos versos...

Ficarei com saudade! E cuidado com a cachaça! hohoho ;p~

Beijos!

Adorei o "daqui, a poucos cotidianos..."

=]

paulo vigu disse...

Poeta irmão Pan - Férias? Boa viagem. Que o relógio pare pra você descansar. Riodaqui é correnteza e leva abraço. Vou cuidar da sua pedra na beira do rio. Paulo Vigu

eduardo disse...

Renove energias para fezer seus belos poemas.

carol disse...

Que sua mala esteja cheia de novos dias, sejam indo ou voltando de lugares novos e diferentes, ou sejam eles os mesmos lugares de sempre. Que tenha sempre um excesso de bagagem, sobretudo, de coisas e emoções que lhe proporcinem sempre um estar bem. Ainda que seja só em pensamento em outros instantes. Gostei do seu estilo, boa poesia. Abraços!

** Mellinda*Krisztina ** disse...

Eu chego e estás de partida. Conheço-te e despede-se...

Malas sempre prontas. Espero retorno.

Beijos.
Mel em cima.

Múcio Góes disse...

Poeta intinerante, Pedro Poesia é bumerangue, vai mais volta. Vamos fazer um acordo de irmão? me traz de lá, um punhado de sonhos na tua bagagem de mão?

Saudades, meu caro!

Seja bravo, e breve!

[]´s

l. rafael nolli disse...

Olá, Pedro, olha, boa viagem para ti. Se você passar por Araxá, me dê um toque, viu! Espero que na bagagem, de tua memória vc traga muita poesia para cá! Abraços!

Navegando com o Álvaro Míchkim disse...

"Verde que te quero verde, verde vento, verdes ramas, o barco singrando o mar e o cavalo na kontanha.." (Lorca); Se a montanha não vai à Pedro, Pedro vai à montanha....; bote as traias no "cavalo" e pé na estrada; bons ares e bom passeio; tbm saio de férias por 15 dias aind esta semana e vou cuidar melhor do meu quintal, q/anda precisando...
Abraços. Bote papel na algibeira p/registrar os versos e boa viagem.

Saramar disse...

Via Poeta, encantar mais lá longe.
E volte para poetar mais aqui perto.

beijos

Rayanne disse...

Faça boa viagem, amanheça seus versos, e se puder plante poesia em outros universos para além destas paragens!!!___***Estrelas,poeta!***

Ana disse...

Que legal, q volte renovado pra dar continuidade...

diovvani disse...

Muito boa viagem amigo Pedro. Sei, "em a sua volta" você nos dará, presente-lembrança em palavras. Abraço.

Sara disse...

Boa viagem e aproveite bastante por ai.
Grande beijo

Ariane disse...

Querido Peter Pan,

Vá,
mas volte já,
cheio de histórias pra contar,
pois esta blogosfera não é a mesma
sem seus versos e sua beleza!

beijão e boa viagem

Ariane disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luzzsh disse...

Oi Pedro,

Boas andanças procê. E bons olhos novos quando voltares pra ver o mesmo, de outras formas...

Beijos...

Leandro Jardim disse...

que os cotidianos tais sejam felizes
mas não te esquivem dos ventos da volta


abraço Jardineiro!

Clarice disse...

Já te escancarei minha admiração, espero que escancares tua alegria por onde andares sempre em pisares de poesia.
Beijo Pan

maria . disse...

vai
deixa tudo
e vai de maos vazias

eh o melhor jeito
de conseguir trazer as coisas boas
de volta ;)


larga o passado
e busca o futuro!

Mago disse...

Boa viagem e que estes amanheceres por lá renda bons frutos, um grande abraço do Mago!

Octávio Roggiero Neto disse...

estradas te levem pros horizontes mais amenos e te tragam com poemas de um novo Pedro! que este lenço seja breve!

Keila Sgobi disse...

vai, meu amigo!
e seja feliz!

Mauricio disse...

Grande Pedro,

Aproveite bem!!!

Mag disse...

O dono dos versos tem todo direito de fugir por alguns dias e até mesmo nunca mais voltar.

Mas os versos, estes bichinhos carpineteiros, que devoram e multiplicam palavras, nunca fogem para sempre.

Claudio Eugenio Luz disse...

Meu caro, eu retorno e tu parte. Aguardo teu regresso pra gente colocar as letras em dia. Hábraços