segunda-feira, 7 de agosto de 2006

mostrei lua que 
nascia (tarde se ia).
pedi que brincasse
os olhos coa lua ali.


, outras amoras
, o photographo amante

12 comentários:

remosaraiva disse...

Obrigado, Pedro, por prestigiar o nosso poeminha (meu e da Nanna).


Grande abraço!

REMO.

Nanna disse...

Brincadeira clarinha...

Beijinhos, dear... Brigada por "lá", viu?
:))

Cristiano Contreiras disse...

Linda Lua.

Pedro, tens orkut? me add?

dudv disse...

Lindo, um poema lenda

Sayô disse...

Lindo lindo singelo leve. Lembrei Manoel de Barros dizendo :
"As coisas muito claras me noturnam."
beijos em vc

Tanara disse...

Prata, pérola, tava grande no céu?
E não tinha sonho, de nuvem ou de mel?
.
Linda, Lua, meu amor!

.
.
.

Sara disse...

E faz uma bela lua.
bjs

Aerodrama disse...

Muy belo!!!! Realmente belo!!!

Um abraço,
Aerodrama.

ALF O Extasiado disse...

Você se diz que não é poeta??
imagine se fosse hein meu amigo.

Então não precisa nem mudar continue assim um "não-poeta". hehe

abraços

ps: esse tá realmente belo, gostei.

Rayanne disse...

Alua anda a vestir seus melhores trajes
Prá namorar
Para brincar
Prá poetar.

Estrelas prá acompanhar.

Claudio Eugenio Luz disse...

Estou sempre atrasado!!! Nesse luar, a gente precisa sair pra ver.

hábraços gerais

Mary disse...

E os olhos brilharam... ;)

Beijos.