quinta-feira, 25 de maio de 2006



[ tem coisas que precisam ser ditas ]

-primeiramente, agradecer a todos os meus “vizinhos” que me visitam quotidianamente, nunca ou quase nunca, ou nunca quase agradeço a você que comenta meus textos, meus vômitos, minhas quimeras, meus poemas... obrigado por comentarem minhas quimeras.
-agradeço aos autores que postam seus textos, poemas, prosas, prosa poéticas, fotografias, montagens... [o verbal e o não-verbal] é bom visitá-los e ler seus textos...
-quimeras está completando um ano no fim de maio.
-criado, em finzinho de maio de 2005, no zip.net ai migrou para o blogspot.com em novembro.
-em a época pensei em mudar o nome, mas apenas mudava de endereço e continua quimeras que reside & resiste até o agora.
-já quase postei umas prosas, mas não arrisco...
-experimentos com a linguagem são interessantes, todo experimento artístico é interessante.
mas não faço nada de novo, apenas brinco com as palavras & expressões.
-ah! mais uma vez agradecer aos comentários, o diálogo que se dá em comentários[gritos]
-quando não comento ou visito algum blog, é por falta de oportunidade, mas procuro sempre comentar todos. não sou autista, nem pretendo... [sei que estou em dívida com alguns blogs e flogs]
-gosto de ler. isso é vicio, desde muito pequeno, ir a bibliotecas é fascinante.
-devo agradecer aos que acompanharam a trajetória de quimeras, e os que já encontrei em este endereço (ou me encontraram...).
-gosto muito de photographia.
-fui fazer um texto para agradecer a todos que me comentam, e que permitem que eu os comente, mas parei. e resolvi agradecer assim: obrigado!
-quem sabe, algum dia eu poste este texto-agradecimento.
-toda forma de arte é interessante.
-queria cantar, pintar, representar, atuar ou até dançar. mas não consigo, então escrevo.
-escrever dói, mas dá vontade de derramar palavras em folhas, telas... e não me contenho.
-outro dia eu falo mais...
-obrigado por tudo...
pedro paulo pan

15 comentários:

eduardo disse...

Estou completando um ano de blog também.
escrever para mim é muito dolorido.
Parabéns!!! O seu blog é muito bom!!!

Leandro Jardim disse...

O prazer é nosso!
Essa troca internética
dessa teia cybernética
Causa muito gosto!

obs: sou novato no mundo dos blogs, mas estou fascinado!

Clarice disse...

Mas olha só que recepção, um sorrisão de olhos e o Pedro o Paulo e o Pan aqui, fazendo as honras da casa... Profetizo que tenhas muitos anos brincando com as palavras e mostrando-as para nós, teus amigos. E que o sorriso de dentes e de olhos persista. Grande abraço

Priscila disse...

hello, hello!
agradeço as amores, e deixo umas por aqui tb. feliz aniversário!
;)

Márcia(clarinha) disse...

Um ano de puro deleite,eu sou nova nessa casa mas muito me dá prazer visitá-lo,saio de alma lavada e sorriso escancarado.
Parabéns!!!
Que mais um ano venha e Quimeras esteja assim, desse jeitinho.
Valeu Pedro!
Lindo dia,
beijosssssssssss

Assim é, se lhe parece disse...

Um ano heim...
Mesu parabéns! Que venham mais poemas!
Nós é que devemos agradecer por ter a oportunidade de te ler cara! Seus poemas são muito bons mesmo e raros!!

Abraços de um dos vizinhos!!

Rayanne disse...

Pelo poeta, profetizam sensações na comunidade dos gestos. E a mansa quietude de vir aqui encontrar teus planos. Parabéns pelo primeiro ano nas nossas páginas.
Estrelas.

Sayô disse...

É verdade, eu gozo com as palavras. Já escrevi: "Meu gozo é no fazer." É no fazer o verso que o poeta goza. Eu tenho isso: todo verso meu, eu gozei nele. Não escrevo muito porque eu demoro muito para gozar. Eu trabalho muito em cima das palavras, bolino muito as palavras, acaricio. "Uma palavra tirou o roupão para mim", eu escrevi. E é
exatamente isso o que acontece. Manoel de Barros
Que multipliquem os anos da tua escrita. Que a mesma te proporcione muitos gozos.
Parabens!
beijo

otavio disse...

Poeta ou profeta, dois nomes que me levam a pensar em compromisso...
Abraço e bom fim de semana amigo!

Múcio Góes disse...

Parabéns, para o nosso bem!

Que nos
conte nua
cada pa
lavra
tua

[]´s

Claudio Eugenio Luz disse...

Meu caro, só espero que não seja uma despedida; mas, apenas comemoração pelo aniversário. Estou sempre, na medida do possivel, dia sim, dia não, lendo suas experimentações, lavra singular da tua escrita poetica.

hábraços

valéria disse...

"Esta língua é minha visão,
o sol do soldado caolho,
a mão do soldado maneta."
(saramago)
um beijo moço profeta

Aerodrama disse...

Que faça-se da poesia uma profecia!!!!

Muito bom teu escrito!!!

Um abraço,
Aerodrama.

Aline disse...

Primeira vez aqui.
Primeiro parabéns tb.
Eternidade para tuas palavras.
:*

Tim tim.

Mary disse...

Parabéns também... Adorei descobrir suas quimeras. ;)